• Mudança

    Novo endereço disponível: transportehumano.cidri.com.br

    Este blog não está sendo mais atualizado. Favor acessar novo endereço.

    Desculpe o transtorno.

Dicas urbanas – Parte 1

Andar de bicicleta é algo bastante normal. Tanto é que provavelmente você, e muitos dos seus amigos, tem uma bicicleta em casa ou pelo menos já pedalou alguma vez.

Usar a bicicleta como meio de transporte não é normal. Tanto é que provavelmente a maioria das pessoas que você conhece não a utiliza.

Isso ocorre porque, apesar de achar que sim, a maioria das pessoas não possui o conhecimento e as habilidades básicas para ser um ciclista urbano.

Nesta série de artigos, a gente vai falar sobre essas habilidades e fornecer informações simples, mas nem sempre tão óbvias. Nesse primeiro artigo, tem alguns elementos básicos. Não esqueça que são dicas para qualquer pessoa que use a bicicleta como transporte. Um perfil bem diferente de treinos esportivos.

1. Cadência da pedalada
Para pedalar de forma eficiente e menos cansativa, o ideal é manter sempre um ritmo uniforme confortável e evitar ficar “descansando” os pés sobre o pedal. É claro que cada pessoa é um caso e há uma pequena variação da rotação ideal, mas o princípio é válido até mesmo para quem tem uma bicicleta sem marchas como a galera da roda fixa.
Encontrar essa cadência ideal permite que você percorra vários quilômetros sem ficar ofegante ou transpirar. Faça o teste, preste atenção enquanto pedala. Não use as marchas mais leves quando estiver no plano (estilo corrida) e não ponha marchas muito pesadas na subida (pedalada chute). Acredite, se você for pedalar diariamente, isso vai fazer diferença.

2. Relação de marchas
O conjunto de marchs são os dois grupos de engrenagens: coroas junto ao pedal e catracas (no eixo da roda traseira).

A coroa maior (mais pesada) nunca deve ser usada com a catraca maior (mais leve). E a coroa menor (mais leve) nunca deve ser usada com a catraca menor (mais pesada). A gente costuma dizer que a marcha está “cruzada” e isso força a corrente. Dá uma olhada no gráfico ilustrativo aqui embaixo.

Relação ideal de marchas

Relação ideal de marchas

Procure aliviar momentaneamente a força nos pedais antes de trocar a marcha.
Em subidas, este alívio deve ser maior, e você deve fazer força total somente depois que tiver a certeza de que a “marcha entrou”.

3. Pedalar na calçada
Por que você iria querer andar na calçada? Elas são irregulares, estreitas e cheias de obstáculos. Além disso, é proibido pelo Código de Trânsito.

4. Sinal vermelho
De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, a bicicleta é um veículo como os outros e deve respeitar todas as leis. Ou seja, quando o sinal estiver fechado, existem outros veículos e, acima de tudo, pedestres que têm o direito de passagem.

Ficou com dúvida sobre alguma coisa? O que mais você gostaria de saber?

Enquanto a gente espera as sugestões, o próximo artigo já tá no forno. Vamos falar um pouco mais sobre a convivência com o rei das ruas, o Sr. Carro.

Anúncios

8 Respostas

  1. Sobre a dica numero 04 eu achei interessante. É uma questão que sempre me questiono.

    O sinal vermelho com certeza vc tem que parar, para dar passagem aos pedestres e aos carros. Mas vejo que não preciso esperar o sinal abrir para continuar a pedalar. No livro “Apocalipse Motorizado” o inventor da Massa Critica, comentou sobre isto. Necessariamente não precisamos respeitar o sinal vermelho, pois as ruas principalmente de Curitiba, não são feitas para nós ciclistas e sim para os carros. Dessa forma pq deveria respeitar o sinal vermelho? Além do que se eu esperar o sinal verde, não estarei embalado e com certeza um carro ou um onibus vão buzinar e se irritar por eu estar na frente deles. Por isto eu respeito o sinal vermelho, mas não o espero abrir. Entendeu? Não sei se fui claro… mas está é minha opinião. O que você acha??

    • Olá Rodyer,

      Realmente é uma questão de bom senso. Muitos cruzamentos tem tráfego intenso de pedestres e sair cortando pelo meio é inadmissível.

      Mas como você falou o trânsito é feito para o carro e às vezes é mais seguro não esperar o sinal vermelho. Realmente é controverso. Uma medida que poderia ajudar seria a instalação de bikebox.

      Mas é preciso ter em mente duas coisas. Se você exigir que os outros respeitem as leis, você tem obrigação moral de respeitar também e caso algo saia errado ao furar o sinal vermelho é preciso ter a humildade de assumir a culpa.

  2. Essas regras deveriam estar pregadas em todas as “ciclovias” (chamo assim essas calçadas compartilhadas em curitiba) em que os ciclistas jogam a bicicleta em cima dos pedestres, não respeitando ninguem.
    Quanto a desrespeitar o farol, como diz o Rodyer, acho que se ele não respeita, como quer exigir respeito ?
    No farol fechado, basta que ele fique a direira na rua,com o pé na calçada, aguardando o farol abrir e deixar passar os carros e onibus para depois tomar seu caminho.
    Essa cultura do “eu primeiro” é que gera respostas e atitudes como a dele.

    Vejo muitos ciclistas em Curitiba usando a bike como se fosse um carro, sem respeitar nada nem ninguem e acho isso totalmente insano.

    Espero ter contribuido.

  3. Eu penso da seguinte maneira, sinal vermelho é para parar, então eu paro, observo se a via está livre e vou em frente, muito simples e sem controvérsia. Quanto a ter ciclistas jogando bicicleta em cima de pedestres, tenho observado que o pessoal está mais calmo, eu que havia reclamado muito da ciclovia na calçada na Av. Brasilia, que é compartilhada e muito estreita tenho sido respeitado pelos pedestres cedendo o lugar para ciclistas passarem, assim como temos que ter paciência com aqueles que fingem nem ver o ciclista. O importante nesta altura dos acontecimentos é sabermos conviver juntos. Um abraço a todos.

  4. Hoje aconteceu comigo um fato legal, vinha pela ciclovia da Mauricio fruet (Capão da Imbuia-centro) e 3 mulheres (duas senhoras e uma mais nova) andavam pela ciclo, ali se ja repararam tem a ciclo e a calçada, mas todos os pedestres usam a ciclovia. Fui chegando perto delas e percebio que não me viram, diminui a velocidade quase parando e uma das senhoras até levou um susto, pedi desculpa pelo susto, elas abriram espaço, agradeci e segui o meu caminho. Acredito que elas devam ter se surpriendido com a minha atitude e vão olhar com outros olhos os ciclistas daqui pra frente. acredito.
    Qnto ao sinal, eu paro. olho e se não vem pedestre e nem carro, sigo o meu trajeto.

  5. A questão do semáforo: acho que temos que respeitar, mas furar um sinal de vez em quando, não faz mal. O importante é o bom senso.
    Quero registrar que vi hoje um senhor de pelo menos 46 anos descendo a Silva Jardim em plena hora do rush das 8:45 da manhã, na pista da esquerda. Eu estava de carro porque minha bike foi para a oficina. Adorei ter a chance de respeitar um ciclista corajoso que tomou o espaço que lhe é de direito na rua. Tive vontade de escoltá-lo e confesso que até fiquei um pouco preocupado com ele no meio daquele mar de carros. Parabéns para o nosso ciclista. É isso aí. Temos que tomar conta! Abraço a todos.

    *Se tudo der certo, participarei da minha primeira bicicletada nesse sábado. Iupiii!!!

  6. Valdir
    Não sou chato, não, mas la vai…

    Pela lei : (deveria ser assim…)

    Onibus e caminhões respeitam carros, que respeitam, motos, que respeitam ciclistas que respeitam pedestres…

    pode parecer estranho, as mesmo sendo compartilhada, ainda é uma calçada e na calçada e na faixa de segurança, pedestre é REI !
    Ele tem a prioridade !

    Acho que desviar não seria mal negocio, se algum pedestre está em seu territorio, unico lugar em que ele deveria se sentir protegido…

    Já não é muito os carros que estacionam na calçada ?

    abçs e boas pedaladas…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: